Crítica aos novos metablogueiros

Este texto representa a opinião do autor Felipe Silva e não é de responsabilidade do Quero Criar um Blog.

Ando acompanhando e reparando muito o nicho Metablogs, um assunto que me interessa e agrada bastante. Nos últimos meses, também venho acompanhando os novos blogs e blogueiros que surgem na blogosfera. E através deste acompanhamento, venho observando e analisando algumas atitudes que são péssimas para estes blogueiros e para os seus leitores.

É claro que não sou o mandante do seu blog e você tem o direito de fazer o que bem entender com ele. (Leia: O blog é meu e faço o que eu quiser – Ferramentas Blog) Mas eu também tenho direito, assim como muitos outros de leitores, de querer ler um blog de qualidade para que possamos ter mais ótimas opções na blogosfera. Por isso, com o meu conhecimento básico e uma análise bem feita, resolvi fazer esta crítica aos novos metablogueiros que surgem todos os dias.

planejamento

Pare de copiar o design de outros metablogs: O que vejo de novos blogs surgindo com design parecidos com os blogs de alto nível na blogosfera é um absurdo. Quando me refiro design igual, não quero dizer que o template esteja totalmente idêntico com outros. Mas quero dizer que a estrutura, organização e diversas características são iguais aos que já estão no topo. Isso não fará o seu blog um sucesso. Nem agora e nem depois.

Os tweets também são iguais: Sério. Alguns blogueiros copiam até os (jeito) tweets que os grandes blogueiros tuitam e blogs que ajudam a divulgar. Isso é cópia e um pensamento de que se fizer igual terá sucesso. Novamente, lembro que o blog/Twitter, Facebook é seu e você faz o que bem entender, porém isso não lhe dará bons resultados.

Os mesmos conteúdos de sempre: Os mesmos conteúdos que todos já estão cansados de ler, estão sendo publicados nos metablogs que estão iniciando. O que é SEO?, como criar um blog no Blogger? Como criar um blog no WordPress? Por mais que estes artigos seja bastante pesquisados, parte para outros artigos e seja diferente. Crie coisas novas e que possam atrair mais pessoas.

Monetização antes da hora: Muitos entram na blogosfera com o objetivo de ganhar dinheiro. Isso é normal e não há problemas em querer ganhar dinheiro com o seu blog. Entretanto, você não vai conseguir realizar o seu objetivo se você não trabalhar em prol de criar conteúdo de qualidade e buscar visitantes para o seu blog. ‘’São os visitantes que lhe darão dinheiro, não os anúncios em si.’’ Portanto, não adianta lançar um blog e enche-lo de anúncios se você não recebe um bom número de visitantes. Pare com isso!

Crie um blog a partir de seus conhecimentos e gostos: Pare de tentar ser igual aos outros. Seja diferente, autêntico, único e original. Faça o que você achar de melhor e não siga exemplos dados por metablogs. O (nosso) objetivo é tratar sobre o assunto, indicar algumas opções e não exigir que você faça o que recomendamos.

Portanto, pare de tentar ser igual aos blogs que já se destacam. Os mesmos são destaques por serem únicos, originais, autênticos e seguirem aquilo que aprenderam e acham que é certo para os seus respectivos blogs.

Em nenhum momento citei nomes de blogs e blogueiros. O meu objetivo é alertar todos os que estão iniciando e tem as características citadas acima em seus blogs. Não são poucos os blogs que agem da maneira que citei acima. Não tenha medo de ser você mesmo e de fazer as coisas diferentes. Ser diferente é bom. Dar resultado e destaque.

Rate this post

Quer aprender a ganhar dinheiro com Google Adsense em blogs?

10 Comentários

  1. Olá Felipe

    Seu ponto de vista é interessante. Porém, se você quer criar um metablog, deve pensar em quem será seu público.

    No meu blog, tenho alguns leitores que são blogueiros já à algum tempo, mas tenho muitos leitores leigos, e alguns que estão pensando em criar um blog.

    Este tipo de leitor não está preocupado se o que escrevi também tem no blog A, B ou C. Se ele encontrou no meu blog informações que o ajudam, essas informações precisam estar completas, pois de nada adianta um blog que tem um artigo que precisa ser complementado e esse complemento não existe.

    Quando se fala de metablogguers ou metablogueiros, fica chato mesmo assuntos repetidos. Mas para nossos leitores, que as vezes não tem conhecimento de códigos, plugins e etc, o simples é muito bem vindo, não acha.

    Volto a dizer: Concordo com seu ponto de vista, mas olhando como metablogueiro.

    Abraços!

  2. Eu acho a discussao pertinente, mas acho que no final das contas quem perde é o leitor, que apenas le posts com blogueiros se degladiando e acaba procurando outros sites para visitar =/

  3. Ola Felipe, achei muito interessante o seu artigo, principalemente quanto ao fator originalidade, apenas discordo no ponto logo no inicio quando você acredita que blogueiros iniciantes não devem ter seus blogs com as mesmas caracteristicas dos grandes blogs.Porque ? copiar conteúdos, é uma coisa, agora utilizar as mesmas tecnicas de layout para banners publicitários, para adesense e outras técnicas que estão dando certo na maioria dos grandes blogs é uma questão de inteligência , afinal imagine o que seria de um blogueiro iniciante se não for se espelhar nos grandes, ele não vai crescer nunca.O Felipe nascimento fez uma observação importante ao meu ver, este tema ( CHAMAR A ATENÇÃO DE BLOGUEIROS ) é um tema também muito visto em blogs, eu mesmo já publiquei um ” 10 coisas que um blogueiro não deve fazer.
    Este é meu ponto de vista a cerca do artigo, do mais continuarei lendo os artigos aqui no blog e parabéns pela abordagem e ponto de vista.

    • José Antonio,

      No primeiro ponto (copiar o design de outros blogs [grandes]) me referi copiar a organização das coisas, o jeito como é o template, etc. Claro que se algumas técnicas de publicidade estão dando certo em um blog, pode ser que dê certo no seu blog, mas nem sempre isso acontece. Você tem de utilizar técnicas testadas por você.

      Quando inspiração, acho natural e eu também faço isso. Mas buscar inspiração em um blog que já tem destaque é diferente de copiar.

      No mais, gostaria de agradecer o seu comentário, sua opinião (que ajuda bastante no debate e na minha motivação) e no seu acompanhamento.

      Abraços, Felipe.

  4. Concordo plenamente com a questão da originalidade. Não adianta eu buscar um assunto da moda, com grande público alvo, se esta não for a minha praia. Então, no meu caso por exemplo, preferi lançar um blog sobre Gerenciamento de Projetos e Gestão da Manutenção, onde meus visitantes diários estarão na casa de dois dígitos, do que sobre outro assunto onde potencialmente teria mais visitantes, porém não os conseguiria fidelizar, devido à falta de conteúdo. A minha área é restrito, mas a qualidade do conteúdo eu garanto. E acho que esta deve ser a mentalidade de todo blogueiro.

  5. simone belquis

    Rafael

    Achei muito bom seu artigo. É claro que ser original nem sempre é fácil, mas quando damos um toque pessoal nosso, podemos até falar de temas considerados “batidos” não é mesmo? Criatividade também é exercício. Muito bom.

  6. Gostei do que falou, porém você falou e fez algo. Por exemplo, esse tipo de crítica é feita por vários “grandes” blogueiros, todos estão carecas de saber que copiar não vai dar certo, quer dizer, depende do que copia. Se você copia posicionamento de banners, ou qualquer outro widget de um blog, isso é válido, pois se algum blogueiro tem ótimos resultados com um banner abaixo do post, por que não vou testar a ideia?

    Quanto aos posts básicas, isso é questão de relevância, não posso criar um artigo “Como configurar o Plugin SEO X,Y,Z”, se a pessoa nem tem ideia do que é SEO, e você sempre deve levar em consideração que ela não sabe. Então crie um artigo original que fala de SEO, coloca uma data antiga, e poe o link no artigo do plugin, assim o seu artigo sobre SEO não aparece na capa do site, mas será relevante dentro do seu artigo.

    Os Tweets são iguais, ora o que isso tem de mais? Claro que copiar toda hora ou imediatamente não trará resultados, mas aí vai de cada pessoa clicar ou não. Com a frequencia dos tweets copiados, as pessoas irão perceber e ignorar, e claro, irá ficar feio para quem copiou. Falo isso quanto aos tweets mais publicitários.

    E essa questão de metablogs já é antiga, sempre falam a mesma coisa, “faça o que eu digo, mas não faça o que faço”. Creio que devem deixar isso de lado, pois se copiam e não tem sucesso, então não tem com o que se preocupar.

  7. Olá Felipe,

    Concordo com quase todo o conteúdo do artigo, mas discordo quando diz que os metablogs não devem falar sobre os assuntos básicos, como por exemplo criar um blog no WP, Blogger, o que é seo, etc.

    Aqui mesmo no QCUB temos desde assuntos aprofundados e originais, até os assuntos mais básicos, na minha opinião devemos escrever para todos os tipos de leitores, tanto por questões de SEO e monetização, quanto por não necessariamente um leitor conhecer vários blogs, temos que atender a demanda do mercado e os metablogs muitas vezes dependem desses tutoriais mais simples para sobreviver.

    No mais, ficou um bom artigo… Parabéns!

    Abraços!

  8. Tenho batido nessa tecla há bastante tempo, a originalidade é algo que atrai qualquer pessoa de boa índole. Já o plágio, a cópia, é algo desprezível….

    Gostei muito do seu texto, um abraço.

Deixe uma resposta