WordPress 3.3 vai resolver problema com estruturas de links personalizados

Hoje li um artigo muito interessante no Ayuda WordPress sobre problemas detectados nas estruturas de links personalizados do WordPress, mais precisamente quando se utiliza a estrutura de links customizada %postname%.

Segundo relatado no artigo essa estrutura causa uma série de redirecionamentos, tornando o blog em wordpress que utiliza essa estrutura de links mais lento, o que pode gerar problemas, principalmente com os mecanismos de busca, já que a velocidade de carregamento é uma das variáveis que os mecanismos de busca utilizam para rankear as páginas nos resultados das buscas (claro que não é o único e nem o mais importante!).

O que fazer então?

Então o que deve ser feito? Mudar as estruturas de links personalizados em seu blog em WordPress? Não aconselho, pois essa é, de longe, a melhor estrutura para os visitantes (os seres humanos) que visitam seu blog e o Google repetidamente diz que, se você faz seu conteúdo pensando nos visitantes de suas páginas, estará também agradando ao Google. Então se você utiliza esse tipo de estrutura não mude!

WordPress 3.3 resolve a situação

Fique tranquilo se você utiliza essa estrutura de links (nós aqui no QCB utilizamos e eu utilizo em todos os meus blogs) pois já foi avisado que na versão 3.3 o WordPress será solucionado esse problema, inclusive colocando essa estrutura de links como opção na configuração, como mostrado na imagem abaixo.

permalinks, links permanentes, wordpress

Crédito da imagem: ayudawordpress.com

O WordPress 3.3 tem previsão de lançamento para o dia 15 de novembro

E você, utiliza como os links permanentes de seu blog? O que achou dessa modificação que acontecerá no WordPress 3.3? Deixe sua opinião nos comentários e contribua para melhorar o artigo.

Rate this post

Quer aprender a ganhar dinheiro com Google Adsense em blogs?

Gustavo Freitas

Problogger e empreendedor digital. Criador do Método Start, que ele utiliza para criar blogs de sucesso e ganhar dinheiro na internet.

Website: http://querocriarumblog.com.br/

Deixe uma resposta