Como evitar os 5 pecados na hora de criar um blog


O autor Dymas Sousa citou 5 motivos para não criar um blog, são eles:

  • Tempo para blogar
  • Frequência de atualização
  • Falta de leitura de outros blogs
  • Ignorar a opinião dos leitores
  • Copiar o conteúdo de outros blogs
  •  

O autor explicou, em seu post, a importância de não cair nestes erros, então vou falar um pouco sobre como não comete-los.

Tempo para blogar e Frequência de atualização

{{vou falar baixinho, para ninguém ouvir…}} Você provavelmente não vive dos ganhos do seu blog. Muito provavelmente trabalha em outros locais e pode até ser que você tenha que estudar. O blog, em compensação, exige tempo e dedicação para que possamos elaborar os posts com cuidado, pesquisa e correção. Então como solucionar o problema? Simples, embora não seja fácil. A maior parte {{todos?!}} das plataformas de blogs existentes {{ao menos as duas principais: Blogger e WordPress}} permite que você agende os posts. Isto basta para que você tenha tempo para escrever todos os dias da semana. Separe um ou dois dias da semana para escrever seus artigos. Pesquise, escreva, corrija e…agende a publicação para toda a semana {{considerando que você os escreva aos sábados e / ou domingos}}. É possível, em alguns clientes do Twitter {{TweetDeck}}, agendar também os tweets para a divulgação dos posts. Há outras formas, que você pode pesquisar {{um dia eu escrevo a respeito…eu acho}}, mas estas já solucionam 90% dos problemas.

 

"Não fique enrolado"

 

Falta de leitura de outros blogs

Aqui você pode enfrentar ainda uma outra dificuldade que é descobrir qual blog ler. Você deve buscar, em primeiro lugar, os blogs cuja temática coicidem com a do blog que você pretende criar {{ou já criou, né apressadinha(o)?!}}. Depois, dentro desse nicho, você deve buscar ler os blogs mais lidos / conhecidos. Sim, não se iluda, ler os pequenos é bom se você tiver tempo, mas com o tempo escasso busque logo o que interessa. Resolvido o problema sobre o quê ler é preciso resolver o problema do quando ler. Aí eu digo que você deveria separar uma parte do seu dia para a leitura de dois ou três blogs. Faça uma lista com os blogs que acha importante ler {{siga os critérios descritos}} e assine os feeds. Você pode selecionar um bom leitor de feeds {{Google Reader, por exemplo. Outro dia explico melhor sobre os feeds}} e ir selecionando o que ler durante a semana. Assim você separa apenas 10 ou 15 minutos por dia e fica atualizado.

Ignorar a opinião dos leitores Este é um ponto que requer bom senso.

Você {{de uma maneira geral}} não deve ignorar a opinião dos leitores. Faz mal ao ego, faz mal ao blog, faz mal aos leitores. Contudo responder a todos os eitores pode acabar por intimidar as pessoas que frequentam o blog. Selecione dois ou três {{ou mais, sabe deus…}} comentários a respeito do tema do post que você considere pertinente e responda de maneira educada. Permita que os demais leitores respondam àqueles que você não disse nada. Assim todos se sentem participando e simpatizam com o teu blog.  

Copiar o conteúdo de outros blogs

É burrice. Se você copia e dá crédito é um burro bem intencionado, só isso. Copiar não faz bem a ninguém. Não faz bem ao Google, não faz bem ao seu blog, não faz bem ao blog copiado, não faz bem à sua reputação. Não faz bem a ninguém. Não seja uma besta desqualificada. Não copie conteúdo. Achou um tem interessante? Quer que seus leitores também fiquem sabendo? Faça um post sobre o mesmo assunto, comentando o artigo em questão. Todo mundo sai ganhando nesse caso. Os leitores que poderão se informar a respeito, seu blog {{que vai ganhar conteúdo e credibilidade}} e o artigo inicial {{que você como bom sovina que não é irá linkar}}.

 

É isso aí, espero ter contribuído 😉


Rate this post

Quer aprender a ganhar dinheiro com Google Adsense em blogs?

Caipira Zé do Mér

Ator formado e estudante de Letras - USP. É curioso o bastante para falar sobre qualquer assunto e inteligente o bastante para saber que quase sempre estará errado. Você me encontra também no blog ImprenÇa, no Twitter e no Facebook.

Website: http://www.imprenca.com

2 Comentários

  1. Esses são os cinco pontos cruciais da criação. Não apenas serve para quem mexe com blog, mas principalmente esses. Um dos que mais destaco seria a falta de atualização frequente. Sem dúvida, esse é um pecado que até somos levados a cometer por conta do fato de que não viver de blog dá certa margem para uma certa visão de que as coisas não precisam “caminhar”…
    Mas o problema é que o leitor precisa de uma satisfaçaõ do blogueiro. Ele não escreve para não surtir efeito… se não houver constancia, não há aceitação.

    • Exatamente! E a constância não quer dizer, necessariamente, 7 dias por semana, né?! Mas precisa haver consistência…

      Abração

Deixe uma resposta