Com as mudanças no Blogger ainda compensa migrar para o WordPress.org?

Espero que esse artigo possa levantar uma discussão saudável e que ajude os blogueiros a tomar a difícil decisão de uma migração de plataforma.

Com as mudanças constantes na plataforma Blogger, fica a dúvida. Ainda compensa migrar para a plataforma WordPress.org? A resposta não é simples e vai muito além das mudanças que estão acontecendo na plataforma Blogger. Eu já havia tratado esse assunto aqui no artigo “Blogger x WordPress.org: Qual a melhor plataforma para blogar“, mas com essas mudanças resolvi levantar novamente a questão nesse artigo.

Qual plataforma devo utilizar para blogar?

Quando criei meu primeiro blog não sabia da existência do WordPress.org. Por isso não tive que ficar pensando com qual plataforma começar a blogar. Acredito ter sido uma vantagem esse desconhecimento. Eu não tinha convicção se queria mesmo manter um blog por um longo tempo (mês passado completou 4 anos de blogagem) ou se desistiria dele em pouco tempo.

Hoje o número de metablogs (blogs que escrevem para blogueiros) é muito maior que há 4 anos atrás e o alcance das redes sociais torna tudo ainda mais abrangente. A grande maioria dos metablogs que conheço está na plataforma WordPress.org e é natural que eles indiquem essa plataforma para os seus leitores e concordo com eles em grande parte. Mas não em todas. Acredito que cada caso é um caso. É preciso uma análise profunda antes de afirmar qual a melhor plataforma para determinado blogueiro. Sempre trato um blog como um projeto, um negócio, independente se é um hobby ou um blog profissional. E por trás desse projeto tem uma (ou várias) pessoa(s) que serão fundamentais na realização do projeto. Não é somente a plataforma que irá fazer seu blog ser profissional (ou não) ou ser um sucesso (ou um fracasso). Isso passa por você também.

Eu penso que você deve levar em consideração alguns pontos antes de escolher qual a plataforma utilizar para blogar. E esses pontos iniciais estão todos relacionados com você, blogueiro, e não com seu nicho de atuação.

Eu nunca tive um blog e gostaria de experimentar

Se você está começando agora na blogosfera o Blogger é uma escolha mais que acertada, não por que a plataforma Blogger seja para iniciantes e blogs não profissionais, mas sim pela facilidade de se criar um blog rapidamente e a grande quantidade de tutoriais encontrados na internet ensinando a melhorar seu blog.

Eu não tenho familiaridade com tecnologia (gosto de escrever, mas não sou aficcionado por computadores e tecnologia)

Se você não tem familiaridade com tecnologia, quem dirá com hospedagem, manutenção de um blog, instalação de plugins e outras responsabilidades que você terá na plataforma WordPress.org. No Blogger você só precisa criar seu blog, escolher um template e começar a escrever. Com o tempo sentirá a necessidade de novos recursos e aprenderá como procurar tutoriais nessa área e colocar esses recursos. No WordPress.org você precisa “cuidar” realmente de seu blog, se der um problema na hospedagem e seu blog sair do ar, é você que precisa ir atrás e resolver.

Não tenho condições de investir dinheiro para criar e manter um blog no ar

Talvez você só queira um blog para publicar seus textos e não para ganhar dinheiro com ele. Na verdade poucas pessoas começam o primeiro blog pensando realmente em ganhar dinheiro.

Se esse é o seu caso, você certamente não pensa em gastar dinheiro com um blog que não pensa em monetizar. No Blogger você tem um dos melhores (senão o melhor) serviços de hospedagem do mundo (servidores do Google) e isso inteiramente grátis.

Os pontos fracos do Blogger

O Blogger possui 2 pontos muito fracos, na minha opinião, que é o formulário de comentários, que é muito limitado e lhe dá poucas funcionalidades, e o SEO.

O primeiro ponto fraco temos um rumor de que o Google está preparando um formulário de comentários para o Google+, estilo Facebook, que poderá ser implementado em qualquer site ou blog. Se isso acontecer dificilmente esse formulário não será integrado ao Blogger por Default. Então é aguardar pra ver o que acontece nos próximos meses.

O segundo, que diz respeito ao SEO do Blogger, sofreu alterações significativas nos últimos dias, com o lançamento do menu “Preferênicas de pesquisa”. Agora os usuários do Blogger tem ferramentas que podem lhe ajudar a melhorar o SEO de seu blog. Esse foi um passo importante para transformar o Blogger numa plataforma mais robusta e com melhores condições de trabalho para blogueiros profissionais.

O Blogger só tem esses 2 pontos fracos? Claro que não, mas para mim são os mais importantes e que fazem muitos blogueiros que estão vendo seus projetos crescerem e se consolidarem migrar para o WordPress.org.

Compensa então migrar para o WordPress.org?

blogger, blogspot, wordpress

Para ser coerente com o que já falei, acredito que a escolha da plataforma deva vir depois de se auto conhecer. Que tipo de blogueiro é você? Profissional ou não? Que tipo de conhecimento tem nessa plataforma? As pessoas que podem lhe ajudar estão em que plataforma?

Quando migrei para o WordPress pensei até mesmo em desistir nos primeiros dias e voltar para o Blogger. Não é fácil, você está sozinho (mesmo que muitas pessoas se coloquem a disposição para lhe ajudar, o projeto é seu, sua responsabilidade) e muitas vezes o suporte de seu host pode não ser o melhor do mundo (ou nem passar perto disso) e você terá problemas sérios no início. Está preparado pra isso? Acha mesmo necessário? Então vá em frente! Eu comentei o assunto também no Podcast da Revista Blogosfera #4 que sugiro que ouçam.

Conclusão

Como disse no início do texto, espero que esse artigo possa levantar uma discussão saudável e que ajude os blogueiros a tomar a difícil decisão de uma migração de plataforma. E para levantar essa discussão, faço o convite a todos os metablogs que também escrevam seus artigos informando aos seus leitores a sua opinião sobre esse assunto tão delicado. Mas peço que não sejam tendenciosos por uma ou outra plataforma, procurem levantar fatos e mostrar a realidade a seus leitores. Quem sabe dizer a eles como foi difícil a migração ou a adaptação a nova plataforma, ou se aconteceu o contrário, dizer como foi simples e corriqueiro?

E você, o que achou das mudanças? Estava pensando em ir pro WordPress.org e mudou de ideia? Ou não importa essas mudanças pra você na sua decisão? Se fosse criar um novo projeto hoje e já estiver no WordPress.org, pensaria em criá-lo no Blogger? Vamos conversar sobre o assunto nos comentários.

Rate this post

Quer aprender a ganhar dinheiro com Google Adsense em blogs?

Gustavo Freitas

Problogger e empreendedor digital. Criador do Método Start, que ele utiliza para criar blogs de sucesso e ganhar dinheiro na internet.

Website: http://querocriarumblog.com.br/

33 Comentários

  1. Gustavo, muito bacana o seu artigo!
    Possuo alguns blogs no Blogger, um com domínio “.blogspot.com” e os outros com domínio próprio.
    Recentemente, iniciei o aprendizado em WordPress…
    Logicamente surgem muitas dúvidas, principalmente com relação ao posicionamento dos widgets além da barra lateral (vez que no Blogger basta “arrastar e soltar”), e também com relação à edição direta no HTML (já que o WP utiliza a linguagem PHP), mas acredito que com estudo e dedicação as coisas vão se acertando…
    Ainda não decidi migrar os blogs existentes, pois não vejo necessidade no momento, mas com certeza o WP oferece inúmeras possibilidades que, inclusive, nos fornecem idéias para novos projetos…
    Mas, com relação ao profissionalismo, acredito ser possível em qualquer plataforma mesmo…
    Abraço!!

  2. Tem 1 semana que meu blog finalmente foi migrado para WordPress.
    As primeiras semanas são de aprendizado total, na verdade vejo que fiz errado meu blog estava crescendo muito no Blogger, mas, alguns erros que não estava conseguindo arrumar me fizeram mudar. Deveria ter feito um blog de testes e ter ficado algum tempo nele para me familiarizar.

    Estou perdendo um monte de visitas por falta de planejamento, meu blog que tinha média de mais de 3000 visitas dia, agora não passa de 1200.

    Sei que o WP tem mais a oferecer e sei que irei me recuperar a longo prazo. e não me arrependi, e nem vou me arrepender.

    • Nestor,
      obrigado por compartilhar sua experiência de migração aqui no artigo, certamente irá ajudar muitos blogueiros a planejar primeiro antes de uma migração como essa.
      Sucesso.

  3. Com as ultimas mudanças no SEO do blogger minha visitas caíram 25% por isso quero muito migrar para o wordpress.

  4. O blogger tem mais um ponto fraco, FAVICON.
    A plataforma possui a opção de troca porém a mesma não é concluída.
    E justamente por este motivo, estou pensando seriamente em migrar para o wp

    • Mia,
      obrigado por citar essa funcionalidade que não está “funcionando”.
      abraço.

  5. Também abordei o assunto em meu blog, onde falo sobre as duas plataformas, mas eu sempre destaco que o conteúdo é a chave para o sucesso, o blogueiro é quem faz o blog, a plataforma é uma ferramenta que nos dá condição para esse sucesso.

    É evidente que cada plataforma possui suas vantagens e desvantagens, daí cabe a cada um escolher a sua e correr atrás do seu sonho.

    • Ezequiel,
      claro, o conteúdo é sim a chave para o sucesso, já que quem entra em seu blog, está em busca dele e a grande maioria nem sabe do que estamos falando (plataforma).
      Abraço e obrigado pelo comentário.

  6. É mesmo necessário migrar? Gustavo, essa pergunta que você lança várias vezes nesse artigo, fez com que eu resolvesse a minha dúvida. Estava praticamente decidida a entrar para a plataforma WP, mas confesso que estava com um grande receio por dois motivos. 1- pouca familiaridade com a tecnologia, e perderia muito tempo já que o motivo 2- estou investindo um tempo maior para passar a postar 3 vezes por semana. E meu objetivo principal no meu blog é divulgar assuntos voltado para autoconhecimento. A monetização não é meu objetivo principal, talvez mais tarde, não agora. Como sou amadora na área de blogar, só tenho uma dúvida, posso ter um serviço de host sem estar no WP, não é mesmo? Muito obrigada Gustavo por esse fantástico conteúdo. Um grande abraço!!

    • Edi Kalsing,
      que bom que o artigo conseguiu lhe ajudar a tirar essa dúvida, esse era um dos objetivos mesmo de ter escrito ele.
      Quanto ao host sem estar no WP você pode ter, mas no caso do Blogger seria somente para guardar arquivos externos ao blog, o seu blog mesmo do Blogger não tem como migrar para outro host.
      Quem sabe o Google parte para essa estratégia num futuro próximo, transformar o Blogger também em um script de código aberto que pode ser instalado em qualquer servidor?
      Abraço e obrigado pelo comentário.

  7. Olá Gustavo,

    Apesar do blogger almejar voos maiores, o WordPress ainda é superior, com melhores recursos. Contudo, se não houver a necessidade real da migração, ela pode muito bem ficar em segundo plano.

    • Antonio,
      obrigado pelo comentário. Sempre devemos analisar bem antes da migração. O ponto que vou continuar batendo é esse, é mesmo necessário migrar?
      Abraço.

  8. Olha só.. eu fiz essa semana a migração para o wordpress… faz tempo que eu desejava… mas o medo tomava conta..

    Acompanhar os metablogs faz criar uma sementinha invisível que nos ‘obriga’ a ter um blog no wordpress.. é sério… as facilidades e liberdade que ele proporciona o torna superior.. mas confesso que estou apanhando e muito.. depois de anos com blogger não me adaptei ao wordpress, mas agora que cheguei me recuso a voltar atrás.

    • Dani,
      quando migrei também pensei em voltar, mas não tem volta…rs… Agora é buscar conhecimento nessa plataforma, se qualificar e seguir em frente.
      Sucesso.

  9. Olá Gustavo!

    Sou suspeito a falar sobre o tema, mas eu acredito que ainda vale a pena sim.

    Apesar do Blogger estar crescendo gradativamente, a curva de crescimento do WordPress ainda é maior, pensando na quantidade de funcionalidades/atualizações que temos em função do tempo, além de ser uma plataforma bastante flexível e robusta.

    Abraços

    • Bruno,
      concordo com você nesse aspecto, não há como negar essas evidências. Mas continuo batendo na tecla, só deve migrar quem realmente tiver essa necessidade.
      Abraço.

  10. Gustavo, o conteúdo de um blog sempre vai ser o mais importante. Mas vejo que o WordPress oferece mais ferramentas para um blog alcançar o sucesso. Mas o blogueiro deve ter a sensibilidade para saber se vale a pena para ele realizar a migração.

    Abraços,

    • Jair,
      nesse momento o wordpress realmente tem mais ferramentas, mas são poucos os blogueiros que, 1) precisam de todas essas ferramentas e 2)sabem utilizá-las.
      No nosso caso, que somos usuários avançados e por isso estamos no nicho de metablog concordo, claro, na grande maioria dos casos (menos no caso do Adelson, que é um metablog exclusivo para a plataforma blogger então não tem por que ele migrar).
      Você usou uma palavra importantíssima, sensibilidade. O blogueiro precisa ter essa sensibilidade e migrar somente quando for necessário e não por que todos estão migrando.
      Abraço.

  11. Acredito que isto vai do gosto de cada um, e como diz o velho ditado gosto não se discute, é isso que eu penso em relação as duas plataformas, eu gosto mais do blogger mesmo sabendo que o wordpress é uma plataforma muita boa.

  12. Como disse o Gustavo se o Blogger esta dando o retorno que você esperava, não compensa mudar, Eu mesmo queria mudar e migrar, mas depois resolvi esperar mais um pouco, por enquanto o Blogger esta sendo bom pra mim, quem sabe no futuro eu migre, mas por enquanto prefiro o Blogger.

    • Camilo,
      o pensamento é esse mesmo, se a plataforma na qual você está é suficiente pra você, ótimo, pra que migrar, só por que todos estão migrando?
      Sucesso.

  13. Gustavo, meu blog começou na plataforma blogger e quando fui aprendendo pouco mais sobre SEO eu vi que migrar para o WP seria muito mais interessante neste aspecto. Também tem os plugins que me ajudam muito nos dias de hoje.

    Sou a favor de conteúdo de qualidade, seja la em qual plataforma for, o conteúdo é rei, ponto.

    Abraços, Arlindo Armando

    • Arlindo,
      o conteúdo tem que ser o ponto central, penso assim, e acredito que o debate tem que ir para além da plataforma.
      Abraço.

  14. Sou nova como blogueira, mas como estou lendo MUITO a respeito, já implantei muitos recursos que outros blogs bem mais antigos ainda não os fizeram. Por trás da discussão da plataforma tem a questão de quanto o blogueiro está investindo em auto informação, melhoria e evolução do seu blog. Tenho visto blogs (tanto em Blogger quanto WordPress) que estão há anos no ar com problemas típicos de blogueiros iniciantes. Sem falar na questão dos erros de ortografia, concordância e etc.

    Abs

    • Thelma,
      Essa é uma questão crucial, investir em conhecimento, se qualificar e se preparar para a função.
      Obrigado pelo comentário e por levantar esse ponto tão importante para o desenvolvimento de um blogueiro.
      Abraço.

  15. Olá, Gustavo!

    Gostei muito de sua visão do seu artigo, a qual eu compartilho. Não gosto de dizer que o Blogger ou o WordPress são melhores. Isso depende muito da situação de quem está criando o blog.

    Mas, é normal que as pessoas pensem que o Blogger é para iniciantes. Afinal, esse conceito foi sendo disseminado ao longo do tempo, em grande parte por culpa dos próprios usuários do Blogger. Por ser uma plataforma simples e grátis, há uma grande quantidade de blogs sem qualidade e abandonados – o que é menos comum no WordPress.

    No fim das contas, muito mais importante do que a plataforma é o conteúdo do Blogger. Blogs originais, que contenham artigos originais e de qualidade, podem fazer sucesso em qualquer plataforma.

    Um abraço e parabéns pelo artigo!

    • Adelson,
      sabia que você iria concordar nesse ponto, já que você é o maior exemplo que conheço de blogueiro profissional no Blogger.
      No wordpress.org não acontece abandono de blogs também, por um motivo simples, se a pessoa para de escrever, certamente também irá parar de pagar a hospedagem e o blog será tirado do ar. No Blogger isso não acontece, não é mesmo, não existe um tempo de vida útil para um blog que não é atualizado. Talvez ai esteja um ponto que a equipe do Blogger deva pensar futuramente.
      Abraço.

  16. É Claro que é possível ter blogs de sucesso em qualquer uma plataforma. Na minha opinião os plugins facilitam imenso no wordpress e esse é o fator chave que fez em vi para o wordpress, gosto imenso do blog mas quero manter o meu blog de futebol no wordpress, não saio perdendo nada, abraço Gustavo.

  17. Também tem aquela questão “O Blogger está evoluindo!”, de tempos essa plataforma melhorou consideravelmente.

    • Eliel,
      é indiscutível as melhorias que aconteceram no Blogger nos últimos meses.
      Sucesso.

  18. Ótimo artigo!
    Eu ainda uso o “blogspot” pois não quero me preocupar com invasão de hackers e similares… Me sinto seguro em estar nos servidores da Mountain View.
    Ainda mais que eu ache que é possível trazer profissionalismo no Blogger, ele é recomendado para quem está iniciando o seu novo blog, ou seja, uma plataforma para iniciantes!
    Eu acho que o WordPress são para pessoas que querem viver só de blog…

    • Fabiano,
      é possível sim ter um blog profissional no Blogger, veja por exemplo o caso do Adelson Smania do Gerenciando Blog.
      Sucesso.

Deixe uma resposta