As 5 otimizações de SEO on-page mais importantes

Esse é um Guest Post escrito por Guilherme Cherman do Como Fazer, um site com guias e tutoriais sobre tecnologia, saúde, família e outros assuntos. Se você também quer ter um Guest Post publicado no QCB, confira nesse link como é fácil.

Hoje em dia, com tanta informação sobre SEO na internet, esquecemos frequentemente das coisas básicas que as páginas dos nossos sites devem ter para obterem um bom ranking no Google. Neste artigo, reúno as cinco principais.

1. Título entre tags <h1>

Uma das primeiras coisas que o bot do Google vê é se ele tem tags <h1>, que devem conter o título da página em questão. Tome cuidado para não deixar a imagem do seu logo entre tags <h1>, um erro muito comum.

2. Tags <title> boas e clicáveis

As tags title indicam o texto que irá aparecer identificando o seu site no Google. É muito comum que ela seja a mesma do titulo, mas caso o seu título for muito longo ou só conter palavras-chaves importantes no fim, uma modificação é recomendado. Por exemplo, um bom “title” para esse artigo seria “SEO: 7 otimizações que toda página deve ter”.

3. Conteúdo em HTML

Se o seu conteúdo for em Flash, imagem ou outra tecnologia desse tipo, pode esquecer: o Google não consegue ler essas informações, então seu site não terá sucesso no buscador. Uma otimização essencial, portanto, é migrar do Flash e das fotos para o HTML.

4. Palavras-chaves ao longo do texto

Você deve usar as palavras principais do título diversas vezes ao longo do texto, para deixar claro ao Google sobre o que ele é. Novamente dando como exemplo esse artigo, observe que utilizei “SEO” e “otimização” (e suas variações) algumas vezes.

5. Links internos

Caso você escreva sobre uma coisa que comentou em outro artigo, coloque um link para essa outra página. Além de ajudar o leitor a encontrar informação, vai facilitar o trabalho do Google na indexação do seu site.

Essas são as mais importantes otimizações “on-page” que todo dono de site pode e deve fazer. Elas podem parecer simples, mas por essa razão mesmo muitas vezes são ignoradas e esquecidas.

7 comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

CommentLuv badge