A teoria do macaco. Porque o conformismo trava o sucesso do seu blog

Esse artigo é um Guest Post escrito pelo Hugo Costa do Sites e Blogs.

Ele é técnico de informática de profissão, apaixonado por blogosfera, webmarketing, desenvolvimento pessoal e produção de conteúdos. Criador do Sites e Blogs, um espaço onde partilha todos os seus conhecimentos sobre blogosfera e marketing internet.

Pode encontrá-lo também na conta oficial do Sites e Blogs no Twitter.

A teoria do macaco. Porque o conformismo trava o sucesso do seu blog

Há alguns dias, vi um documentário na televisão que me fez perceber porque é que o seu blog não levanta voo!

A razão para o seu blog estagnar encontra-se, muito provavelmente, nesta estranha teoria dos macacos.

Ora veja:

Imagine o seguinte:

São colocados 20 macacos num compartimento.

Nesse compartimento encontra-se:

1 – Uma banana atada ao teto

2 – Uma escada armadilhada por baixo da banana

teoria dos macacos

O que acontece?

Um primeiro macaco apercebe-se da banana . Ele corre em direção à escada. Mas, mal toca na escada, um mecanismo aciona-se … e dispara água gelada por todo o compartimento.

Todos os macacos tomam um duche gelado. Um banho violento, gelado e inesperado.

A cena repete-se por diversas vezes.

Ao fim de algum tempo os macacos percebem a mensagem: não se deve tocar na escada.

Agora é hora de desativar a armadilha. O que acontece? Mesmo que agora já possam subir e apanhar a banana sem riscos, nenhum macaco se aproxima.

Ok, você deve estar a pensar: “ Hugo, é normal, isso se chama condicionamento. Mas que relação com o meu blog?”

Já vai perceber:

Os novos macacos

É retirado um dos macacos, e esse é substituído por um novo macaco.

Obviamente que no momento em que vê a banana ele se precipita para a agarrar.

Reação dos outros? Eles seguram-no. Eles apanham-no e empurram-no. Alguns, chegam até ao ponto de lhe bater violentamente para o impedir. Os “antigos” têm medo do banho gelado.

Rapidamente o novo macaco percebe que não deve aproximar-se da escada, para não correr o risco de levar uma tareia dos outros macacos.

É então substituído mais um macaco do antigos por um novo.

O resultado é o mesmo. Assim que vê a banana corre na sua direção. Mas acaba por levar porrada dos outros macacos. Incluindo o primeiro “novo” macaco.

Um a um, todos os “antigos” macacos são substituídos por novos.

Resultado? Mesmo que nunca tenham conhecido o banho gelado, os 20 novos macacos continuam sem se aproximar da escada e da banana. E continuam também a bater em qualquer um que tente aproximar-se. Sem saber porquê …

O que esta experiência com macacos nos ensina?

Nós somos todos um pouco como estes novos macacos.

Nós fazemos as coisas de uma determinada forma, sem saber bem porquê. Só porque todos à nossa volta fazem assim.

O problema é que este tipo de comportamento nos impede de refletir. Este tipo de comportamento promove, acima de tudo, o conformismo em detrimento da inovação.

Onde quero chegar? É bem simples:

Não é porque todo o mundo faz uma determinada coisa de uma certa forma, que essa maneira de fazer é a melhor.

E com o seu blog é a mesma coisa.

Com o seu blog, você tenta certamente “copiar” os outros blogs. Principalmente os de referência no seu nicho.

Você posiciona as publicidades e formulários no mesmo sítio. Você estrutura os artigos da mesma forma. De uma forma geral, você tenta fazer da mesma forma que esses blogueiros de sucesso. Sem saber bem porquê.

Você se convence que, se eles agem de uma determinada forma, é porque esta deve ser a melhor forma de fazer. Senão, eles fariam de forma diferente…

O problema, é que muitos desses blogueiros que você “copia”, são provavelmente, eles também, “copiadores”. Eles limitam-se a reproduzir o que outros já fizeram antes deles. Sem saber muito bem porquê.

Um pouco à imagem dos macacos que não subiam à escada. E que batiam em quem se aproximasse dela.

A minha conclusão

Esquecer o conformismo!

Ouve-se muitas vezes dizer que não devemos reinventar a roda. Eu concordo … mas só para o caso da roda 😉

Para todo o resto, estou convencido que uma melhoria é sempre possível. Qualquer que seja o tema. Qualquer que seja o conceito.

Assim, em vez de fazer como os outros, coloque-se estas 4 perguntas:

1 – Porque agem eles assim?

2 – Que resultados obtêm eles agindo assim?

3 – É possível obter o mesmo resultado agindo de outra forma, mais rapidamente, mais facilmente?

4 – O que é possível fazer para obter resultados ainda melhores?

Colocando a si próprio estas 4 perguntas, você deixa de ser um conformado, você passa a ser um inovador. Você deixa de ser um seguidor, você se passa a ser um líder.

E principalmente: você passa a ser o primeiro macaco a subir a escada e apanhar a banana.

Nós vivemos num mundo em que o conformismo já não paga! Apenas a inovação paga!

Coloque-se estas perguntas. Reflita. Seja diferente. INOVE!

Rate this post

Quer aprender a ganhar dinheiro com Google Adsense em blogs?

Autor convidado

Esse artigo foi escrito por um autor convidado. Confira no primeiro parágrafo do artigo o nome do autor, o blog e seu Twitter.

Website: http://querocriarumblog.com.br

14 Comentários

  1. É isto mesmo, as pessoas continuam a fazer o mesmo e querem ter resultados diferentes.
    Poucos melhoram, por exemplo ao se ler um livro, se adquire um conhecimento novo e aplica-se exatamente aquele conhecimento que se adquiriu. Quando a inovação seria aplicar o conhecimento mais com uma coisinha nova, não se apropriar da idéia, mas ir um pouco além, melhorar o que já existe. A inovação é a ferramenta dos nossos tempos e os inovadores tem sempre uma idéia que vale um milhão de dolares.
    Parabéns Hugo, belo artigo!
    Sucesso!

  2. Vi um pouco acima alguém falando que inovar é difícil.
    Não concordo!
    Inovar é até fácil! Todos nós temos várias idéias para melhorarmos os processos em nossos empregos, coisas que ficariam ótimas em nossos blogs, e coisas que poderiam facilitar muito nossa vida.
    As idéias para inovar são até óbvias.
    O que falta é a ação! Como no seu texto, o ir contra todos e fazer o que acha certo. Vencer o medo de dar errado.
    É a tal da Inova_ação – Uma não funciona sem a outra.
    Valeu pelo belo texto… foi uma inovação! Aqui na blogosfera vemos muita gente de olho no vizinho para escrever a mesma coisa no seu blog… inovar é trazer novas idéias para todos… e você faz muito isto com suas postagens.
    Abraços,

    • Olá Paulo,

      quero agradecer o seu excelente comentário, que vem complementar o artigo.

      A inovação se torna difícil, não pela falta de ideias, mas pela falta de vontade ou medo de fazer algo novo.

      Fico feliz que tenha gostado do artigo.

      abraços

    • Olá Wanderson,

      primeiramente me desculpe não ter respondido mais cedo, mas não me apercebi do seu comentário.

      Fico feliz que este artigo o tenha ajudado a refletir sobre aquilo que você realmente quer para o seu blog.

      Abraços e obrigado pelo seu comentário.

  3. Hugo,
    mais um maravilhoso texto que nos leva a reflexão. Você é um desses que tem procurado sair do “mais do mesmo” e se diferenciar. Certamente será muito copiado, mesmo que os que copiarem suas ideias não saibam lá muito bem por que o fazem…rs.
    Abraço e o espaço está sempre aberto para seus textos.

    • Olá Gustavo,

      desde já quero agradecer o facto de ter aberto as portas do seu blog para um texto meu. É para mim um motivo de orgulho, e o meu primeiro guest-post “em nome” no Sites e Blogs não poderia deixar de ser no seu blog.

      É um facto que de uns tempos para cá decidi marcar uma posição de diferenciação vincada em relação à concorrência. Penso que é a única forma de conseguir ganhar verdadeiramente o meu espaço no nosso nicho de mercado (que é um nicho muito concorrido).

      É uma pena que muitos dos jovens blogueiros que apareceram na blogosfera nos últimos tempos não procurem criar um estilo próprio. É verdade que é um pouco mais complicado, mais trabalhoso seguir o caminho da diferenciação e da inovação. Mas tenho a certeza que é bastante mais compensador.

      Abraços

  4. Olá Hugo, tudo bem?

    Excelente artigo. Mais uma metáfora muito bem aplicada.

    Lavoisier já dizia: “Na natureza nada se cria, nada se perde, tudo se transforma”. Parodiando o químico francês, quando começamos a elaborar nossos blogs, seguindo os passos dos bem sucedidos, podemos dizer: “Na Blogosfera nada se cria, tudo se copia” e a partir daí tentamos ter os mesmos resultados. Será que funciona? Porquê? Qual foi o elemento que gerou aquele resultado? São estas questões que não teremos respondidas se ficarmos apenas copiando.

    Como você pontuou muito bem, precisamos questionar sempre. Esmiuçar cada detalhe e saber o porquê de determinada ação causar aquela reação.

    A partir daí podemos, quem sabe, reinventar a roda sim. Afinal a evolução está aí para provar que as coisas não são definitivas. A criatividade é fruto de um pensamento livre de amarras. O impossível só é impossível enquanto acreditarmos nisso. Albert Einstein já dizia: “O impossível só impossível até que alguém duvide e prove o contrario”.

    Forte abraço,

    Sucesso Sempre.

    • Olá Robeilton,

      desde já deixe-me agradecer-lhe o seu excelente comentário.

      O Lavoisier sabia do que falava 😉

      É relamente muit importante questionarmos constantemente aquilo que fazemos. Só nos pondo em questão é que conseguiremos evoluir.

      Abraços.

    • Olá Nestor,

      inovar não é fácil … mas a gratificação por seguir o caminho mais difícil é sempre maior.

      Abraços e obrigado pelo seu comentário.

  5. Hugo

    Como sempre, um ótimo artigo. Muito interessante a sua abordagem. Faz com que paremos e pensemos sobre o caminho que nosso blog está trilhando.

    Parabéns!

    • Olá Rodrigo,

      esse é o verdadeiro propósito deste artigo. Aliás, acho muito importante que cada blogueiro, de tempos em tempos, olhe para o seu trabalho e se critique a si próprio.

      Só assim será possível melhorar cada vez mais.

      Abraços e obrigado pelo seu comentário.

Deixe uma resposta